Análise de Botafogo x Ceará: Equilíbrio nas estatísticas e elasticidade no placar

Análise de Botafogo x Ceará: Equilíbrio nas estatísticas e elasticidade no placar

437
0
COMPARTILHAR

O Botafogo deu um “vareio” de bola no Ceará. Jogando em casa, o Belo abriu uma vantagem enorme em busca da inédita vaga nas oitavas de finais da Copa do Brasil. Para se classificar, o time pode até perder por dois gols de diferença ou até três (desde que faça pelo menos um gol) na partida de volta no Castelão.

Uma coisa que chamou a atenção no confronto no Almeidão, é que apesar da elasticidade do placar, o jogo foi equilibrado. Pelo menos no que diz respeito às estatísticas. Vejamos:

Atrás no placar desde os cinco minutos, os cearenses tiveram mais posse de bola que o time da casa (51,62% contra 48,38%), de acordo com o Footstats, mas não souberam muito bem o que fazer com ela. Em finalizações, o Botafogo chutou 8 vezes, sendo 4 na meta (3 terminaram em gols) e outras 4 para fora. O Ceará chutou 7 vezes, sendo 3 na meta.

A quantidade de passes também foi equilibrada. O Belo acertou 240 passes (outros 35 foram errados), enquanto que o Vovô acertou 237 (44 errados). Em escanteios, 4×3 a favor do Botafogo.

Um dos diferenciais dos donos da casa foram os lançamentos. Foram 20 jogadas acertadas desta maneira (uma delas terminou no gol de Plínio), contra 11 do Ceará. O Alvinegro de João Pessoa ainda acertou 4 cruzamentos (originaram dois gols), enquanto que os visitantes apenas 1.

Por Tabelinha E.C.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA