ATLETAS DE FUTEBOL DE 5 VISITAM A TOCA DA RAPOSA

ATLETAS DE FUTEBOL DE 5 VISITAM A TOCA DA RAPOSA

239
0
COMPARTILHAR
Foto: Ascom Campinense

Na tarde desta sexta-feira (8) atletas de futebol de 5, juntamente com Bamba, auxiliar técnico da seleção brasileira da modalidade e representando a CBDV (Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais), fizeram uma visita à Toca da Raposa, e foram recebidos pelo Presidente do Campinense Clube, William Simões, e acompanhados pelo supervisor de futebol do clube, Dorgival Pereira.
.
Entre os atletas, o ala-direito Jefinho, eleito em 2010 o melhor jogador do mundo de futebol de 5. Com a seleção Brasileira, foi tricampeão Paralímpico, em Pequím (2008), Londres (2012) e Rio (2016).
.
Para Jefinho, é sempre motivo de muita alegria está em Campina Grande. E mais ainda por poder conhecer o CT do Campinense Clube. “Campina Grande é uma cidade que sempre nos recebeu muito bem. Já tivemos várias competições por aqui. Dessa vez tivemos a oportunidade de fazer essa visita à sede do Campinense, que é um dos grandes clubes do Nordeste, campeão do Nordeste. Agradeço o convite do Presidente William Simões e o apoio de Dorgival Pereira pela recepção”, contou Jefinho.
.
Quem também esteve junto com os atletas nesta visita foi o auxiliar técnico as Seleção Brasileira de futebol de 5, o Bamba, que já trabalhou noCampinense Clube. “Sinto-me feliz em voltar a está casa. Foi aqui onde iniciei minha carreira futebolística como preparador físico. É impressionante a estrutura que o clube tem hoje em dia. E sobre o trabalho na seleção Brasileira de futebol de 5, nosso próximo passo é o mundial, que será realizado na Espanha, e espero que possamos trazer esse título para o Brasil”, afirmou Bamba.
.
Para o Presidente William Simões, a visita foi um motivo de honra para oclube. “É uma honra receber esses atletas aqui no Campinense. O Jefinho é um dos melhores jogadores do mundo na modalidade. O bamba já trabalho aqui no clube, e ficamos contente em saber que ele está realizando um belíssimo trabalho na seleção brasileira de futebol de 5. O Campinense sempre estará de portas abertas para recebe-los”, disse Simões.

Ascom Campinense

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA