Com 14 datas e 2 grupos, Campeonato Paraibano começa na segunda quinzena...

Com 14 datas e 2 grupos, Campeonato Paraibano começa na segunda quinzena de janeiro

88
0
COMPARTILHAR
Foto: Divulgação
O Campeonato Paraibano de 2019 teve seu pontapé inicial na tarde desta terça-feira (13), durante a reunião do conselho arbitral da competição. Ficou decidido que o torneio terá 14 datas e que o início está previsto para a segunda semana de janeiro. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) informou que a tabela completa será divulgada até esta quarta-feira (14).

Foi confirmado que o campeonato será composto por dois grupos de cinco participantes e que os quatro cabeças de chave (dois em cada grupo) serão Botafogo-PB, Campinense, Sousa e Treze. Os demais clubes serão escolhidos por meio de sorteio a ser realizado em um evento de lançamento do Campeonato Paraibano de 2019. Os dois melhores de cada grupo estarão classificados para as semifinais do torneio.

Na primeira fase, as equipes do Grupo A jogarão contra as equipes do Grupo B em jogos de ida e volta.

Semifinais:
As semifinais do Campeonato Paraibano serão decididas entre os dois melhores de cada grupo (1º do Grupo A x 2º do Grupo A), em dois jogos, sem critério de gol qualificado (gol na casa do adversário).

Rebaixamento:
A pior equipe de cada grupo será rebaixada automaticamente, sem a necessidade de um quadrangular da morte, como aconteceu na edição do Campeonato Paraibano de 2018.

Registro de atletas:
Outro ponto que ficou decidido no Conselho Arbitral do certame estadual foi a respeito do registro de atletas por parte dos clubes. Estes, só terão até antes do início da sexta rodada do campeonato para regularizarem jogadores no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Estatuto do Torcedor:
O Estatuto do Torcedor prevê que as fórmulas dos campeonatos chancelados pela CBF sejam utilizados por pelo menos duas edições dos torneios, obrigando a Federação Paraibana de Futebol (FPF) a dar entrada com um processo no Conselho do Esporte por causa da mudança no regulamento em menos de dois anos de disputa.

*Com informações de Raniery Soares, do Jornal CORREIO.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA