Com vantagem, Campinense decide vaga nas semifinais contra “mordido” Sport

Com vantagem, Campinense decide vaga nas semifinais contra “mordido” Sport

333
0
COMPARTILHAR
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

“Só vai se tornar bonito e reconhecido o que a gente fez no jogo de ida se a gente classificar”.

É com esse pensamento, resumido na frase do técnico Ney da Matta, que o Campinense entra em campo logo mais, às 16h, na Ilha do Retiro, para a partida da volta das quartas de final da Copa do Nordeste contra o Sport.

Com a vantagem de ter vencido por 3 a 1 a peleja de ida, no Amigão, a Raposa pode empatar ou até perder por um gol de diferença, que ainda sim estará nas semifinais. A repetição do placar para o mandante, no caso um 3 a 1 para o Leão da Ilha, leva a decisão da vaga para as cobranças de pênalti.

Praticamente sem tempo para treinar, o Campinense deixou Campina Grande na noite da sexta-feira e realizou uma atividade leve, de posicionamento, ontem, no Centro de Treinamentos do Náutico.

Jogadores com Reinaldo Alagoano, Maranhão, Jussimar, Alex Travassos, Fernando Pires, Osvaldir e Tiago Orobó, além dos goleiros Glédson e Flávio, treinaram penalidades máximas.

– Nós vamos enfrentar um adversário ferido, buscando o gol e fazendo pressão desde o início. Nossa postura tática tem que ser de equilíbrio, porque não podemos sentar em cima do resultado. Temos que jogar, e sem perder nosso posicionamento – avisou o treinador rubro-negro.

Ney da Matta não fez mistério. Na coletiva da sexta-, antes do embarque para Recife, o comandante raposeiro disse que não vai mexer na estrutura da equipe.

O treinador, no entanto, revelou que a postura tática e a estratégia de jogo serão diferentes da partida do Amigão.

Foto: Divulgação / Sport

Sport 

O Leão da Ilha está mordido. Em 2013, em casa, e ano passado, em Campina, o Rubro-Negro pernambucano caiu no Nordestão para o Campinense.

E no pensamento de jogadores, comissão técnica e torcida a ideia é abafar o rival paraibano para que a terceira eliminação não aconteça.

O técnico Ney Franco mais uma vez não vai poder contar com o lateral esquerdo Mena. O chileno foi diagnosticado com um edema na coxa. Para seu lugar a alternativa é Caio, ou improvisar o destro Raul Prata no setor.

Nas demais posições não devem acontecer mudanças.

 

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Arbitragem

O piauiense Antônio Dib de Moraes Sousa apita Sport x Campinense. Ele contará com as assistências do seu conterrâneo Mauro Cezar Evangelista e de Rondinele dos Santos Tavares, da Federação Alagoana. Gilberto Castro Júnior, de Pernambuco, é o quarto árbitro.

Prováveis escalações

Sport: Magrão, Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Caio (Raul Prata); Rodrigo, Rithely, Everton Filipe e Diego Sousa; Rogério e André. Técnico: Ney Franco.

Campinense: Glédson, Osvaldir, Joécio, Paulo Paraíba e Gilmar; Negreti, Magno e Jussimar; Maranhão, Augusto e Reinaldo Alagoano. Técnico: Ney da Matta.

Da Redação

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA