Em assembleia, clubes afastam Nosman Barreiro da FPF

Em assembleia, clubes afastam Nosman Barreiro da FPF

156
0
COMPARTILHAR

Durante assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (16), 12 clubes do futebol paraibano votaram pela destituição do presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Nosman Barreiro. Na ocasião, apenas uma equipe votou pela permanência dele a frente da instituição. A reunião aconteceu no Clube Cabo Branco, em João Pessoa. Três clubes se abstiveram da votação.

Uma junta administrativa foi eleita pelos clubes logo após a destituição de Nosman. O objetivo é de que a junta passe a liderar a Federação até as eleições, que ocorrerão ainda este ano. A chapa vitoriosa foi liderada por Artur Paulino (ex-técnico do Sport Campina) e Eduardo Faustino (membro do Tribunal de Justiça da PB).

Nosman Barreiro tomou posse como presidente da FPF logo após a Justiça determinar o afastamento imediato do ex, Amadeu Rodrigues. No entanto, os clubes não concordavam com a permanência dele a frente da entidade, por isso convocaram a assembleia, que contou com a presença de um ouvidor enviado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Através de seu advogado, Nosman Barreiro, disse não reconhecer a decisão adotada pelos clubes. O advogado Diego Lima completo que a medida teria sido feita “a revelia da legalidade do estatuto”.

Representante da CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou um ouvidor para a assembleia. Walter Feldman fez um discurso, falando sobre o atual momento do futebol paraibano e destacando a autonomia dos clubes e da entidade, em resolverem de forma independente, os problemas enfrentados pelo esporte no estado.

– É legítimo os clubes se reunirem para avaliar o atual quadro e tomarem decisões sobre seu futuro, contanto que seja estatutário e dentro das normas vigentes do país e os órgão responsáveis julgarão isso. Nós esperamos que essa decisão seja autônoma e independente. Está na Constituição Federal e nós queremos respeitar esse artigo que estabelece que o desporto precisa ter essa estrutura de funcionamento – disse.

Feldman ressaltou que a CBF acredita que a solução para os problemas enfrentados na Paraíba possam ter soluções dadas pelos próprios clubes filiados à FPF e pela própria entidade máxima do futebol no estado.

– A CBF acredita que a Federação e os clubes da Paraíba encontrarão mecanismos próprios de resolução de um problema grave que se abateu sobre o futebol paraibano nos últimos tempos – comentou.

Fonte: PB Agora com Redação Tv Torcedor

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA