Presidente da FPF comenta ação judicial e manda indireta para seu vice

Presidente da FPF comenta ação judicial e manda indireta para seu vice

382
0
COMPARTILHAR
Foto: TV Torcedor

Politicagem. É assim que o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, define a ação judicial movida por dois filiados da entidade que estão questionando a prestação de contas do exercício 2015.

Os departamentos jurídicos de Cruzeiro de Itaporanga e Liga Desportiva de Santa Rita acionaram a 13ª Vara Cível de João Pessoa alegando que “não foi feita qualquer prestação de contas à despeito do exercício de 2015, e, além disso, os associados/filiados não estão tendo o devido acesso aos livros nem quaisquer documentos contábeis e fiscais da Federação”.

O mandatário da FPF comentou o caso e disse que as contas foram apresentadas cumprindo todos os requisitos necessários.

Para Amadeu, a ação é fruto de uma manobra política de “quem quer ser presidente sem ter voto”.

– Está no site da CBF, 2014, 2015 e 2016. Todos os pré requisitos que são necessários para aprovação da conta: edital de convocação ser publicado no jornal, parecer do conselho fiscal, auditor independente. Tá tudo dentro da normalidade. É questão política. Coisa de quem quer ser presidente sem ter voto (referindo-se a Nosman Barreiro) -, concluiu.

Nosman Barreiro é vice-presidente da Federação, ex-presidente do Cruzeiro de Itaporanga e ex-secretário de Cultura, Desporto, Turismo e Lazer do município de Santa Rita, e está rompido politicamente com Amadeu.

PB Online

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA