Recife Mariners vence com placar apertado na prorrogação João Pessoa Espectros

Recife Mariners vence com placar apertado na prorrogação João Pessoa Espectros

551
0
COMPARTILHAR
Recife MarinersO jogo de volta entre os dois principais times de futebol americano do Nordeste não podia ser diferente: jogo difícil, cheio de reviravoltas e com

e com placar apertado decidido na prorrogação.
João Pessoa Espectros e Recife Mariners se enfrentaram nesta segunda no Estádio dos Aflitos pela última rodada da temporada regular da Superliga Nordeste. De um lado, o time de Recife buscava a vitótia para manter a invencibilidade no campeonato. Do outro, o time pessoense precisava da vitória para tentar tomar do Mariners o primeiro lugar do Grupo Sul.
        Neste jogo frenético, quem começou ganhando foi o Espectros marcando um field goal e abrindo o placar com 3 pontos. O Mariners logo tratou de empatar também com um FG e o primeiro quarto terminou em 3 a 3.
         No segundo quarto, o time dos Fantasmas mais uma vez começa abrindo vantagem com Ícaro Morais, um dos destaques da partida, que marcou um touchdown. Com o chute convertido por Aranha, o placar ficou 10 a 3 em favor do Espectros. O Mariners reagiu mais uma vez marcando outro FG e mais 3 pontos. O Primeiro tempo termina com os pessoenses na frente por 10 a 6.
         Quem voltou com  a melhor no terceiro quarto, foi o time azul. O americano Drew Banks escapou do sack do adversário e correu para dentro da zona de pontuação. Pela primeira vez no jogo, o time abriu vantagem sobre o Espectros. O placar estava 12 a 10 para os recifenses.
O Espectros só voltou a pontuar no último quarto, com Pingo Antero. Ficando com o placar de 16 a 12, o time rubro-negro tentou a conversão de 2 pontos para tentar ficar com uma vantagem maior, e apesar de ter acertado, a jogada foi invalidada pela arbitragem. O time recifense teve mais uma chance e marcou mais um touchdown, passando à frente com 19 a 16 no placar.
Faltando dois minutos para o fim do último quarto e com 3 pontos a menos, o Espectros tentou um FG para empatar a partida. Diego Aranha conseguiu converter um chute de 46 jardas deixando tudo igual no marcador: 19 a 19.
         No último minuto de jogo, Hermano, do Espectros, interceptou um passe de Drew Banks e parecia que o Espectros devolveria a derrota de virada sofrida em casa nos últimos segundos. O Espectros avançou mas com apenas um segundo faltando, só daria para tentar mais um field goal. Aranha deu um chute de 57 jardas, mas apesar do kicker do Espectros e da seleção brasileira ter conseguido superar a distância, a bola passou ao lado da traves.
Na prorrogação, que funciona com cada time alternadamente começando com a bola a 25 jardas na zona de pontuação, os donos da casa levaram a melhor, marcando um TD com Lucas Adolfo, fechando o jogo em 25 a 19.
Depois dos jodos da última rodada dos times do Grupo Norte, marcados para o próximo final de semana, começam os Playoffs. No dia 01 de novembro, o Espectros enfrentará Ceará Caçadores, em Fortaleza, já o Mariners vai esperar os dois últimos jogos para saber quem vai receber nos Aflitos, se Petroleiros, Bulls ou o Recife Pirates, que seria a primeira vez que o clássico recifense aconteceria nos playoffs.
 
 
Isabela Prado

Assessoria de Comunicação do João Pessoa Espectros

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA